DIA DAS MÃES

DIA DAS MÃES
POST DE HOJE - 22/06/2017 - BIOMBOS

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

É PRECISO SABER VIVER COM A DIFERENÇA SIM!!!

                                                                                                                                                                                                  
                                                                                                                                                                                                     por Neide

A festa de ontem dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, foi lindo, emocionante, prova de que o Brasil sabe fazer festa, mas o 
espetáculo super, temos que creditar à todas as pessoas, que apesar de suas limitações, nos deram uma lição de garra.
A festa não foi transmitida pela TV aberta, nem os grandes jornais brasileiros veicularam em suas páginas em tempo real o que estava acontecendo. Infelizmente. uma grande parte da população. perdeu de ver o espetáculo.
Dando uma passeada pelos jornais do mundo, para saber os comentários, li no The Telegraph, matéria  cheio de fotos e largando elogios.   Eis o link.
www.telegraph.co.uk/paralympic-sport/2016/09/07/paralympics-2016-opening-ceremony-in-rio-live/

 Você pode imaginar descendo uma mega rampa numa cadeiras de rodas e saltar 17 metros dando uma pirueta no ar?
 Aaron Wheelz, deu um verdadeiro espetáculo!
 E essa garota americana, Any Purdy, medalha de bronze nos Jogos de Sochi, 2014, dançando samba e música classica numa interação homem e máquina?




 Dançarinos cegos, deram uma aula de superação


 Marcia Malbar, ex atleta, dona de quatro medalhas, cai durante condução da tocha, foi socorrida e continuou o percurso.
 Ops... como subir por escadas? Não é isto que esses homens e mulheres encontram nos seus caminhos pelo mundo?
Mas aqui, uma rampa surge, e o atleta consegue acender a Pira. 
E aqui o nosso João Carlos Martins, pianista internacional, que depois de um assalto em Bruxelas ( não é só no Brasil que tem assaltos) e várias cirurgias, perdeu o movimento dos dedos, e hoje toca com apenas dois deles. Superando-se também.
e Felix

Nenhum comentário: